Capa - Liberdade rotinas e ruprturasLiberdade: rotinas e rupturas do escravismo no Recife, 1822-1850

Marcus J. M. de Carvalho

R$ 40,00

Comprar

O Recife de meados do século XIX é o recorte histórico escolhido pelo autor para refletir sobre mudanças e permanências da sociedade escravocrata após a Independência do Brasil. Com base em dados demográficos, relatos de viajantes da época, como o naturalista britânico Charles Darwin, e escritos de historiadores, a obra compõe um quadro que demonstra como a capital pernambucana, que parecia indissociável da escravidão, ao mesmo tempo caminhava para o abolicionismo que se fortaleceria décadas mais tarde. Como exemplos da dualidade, abordam-se de um lado as estratégias adotadas pelos traficantes de escravos para continuar com o comércio de seres humanos e por outro as pressões dos próprios cativos por meio de fugas e rebeliões contra o sistema que os oprimia. Outro aspecto abordado é o papel do Recife como polo de atração de mão de obra livre e os impactos sociais dos contingentes de trabalhadores não escravos. Trata-se de uma leitura fundamental para entender a complexidade da escravidão no Brasil a partir da perspectiva de um dos maiores centros urbanos do século XIX.

 

Área História
ISBN 9788573155433
Ano 2010
Páginas 353
Dimensão 15,5 x 22 cm
Peso 605 g