capa - Processos de construção das práticas de escolarizaçãoProcessos de construção das práticas de escolarização em Pernambuco, em fins do século XVIII e primeira metade do século XIX

Adriana Maria Paulo da Silva

R$ 17,50

Comprar

Fugindo às explicações de que o atraso educacional dos brasileiros é inerente ao funcionamento do colonialismo português, a obra analisa, não obstante a experiência colonial e a existência da escravidão, a construção e a manutenção dos processos de escolarização do sistema público de instrução primeira na Capitania, depois Província, Pernambucana nas últimas décadas do século XVIII e início do século XIX. Para isso, está dividida em três capítulos nos quais respectivamente problematiza as práticas e interdições locais, como as Reformas Pombalinas e a legislação de 1759, discute as práticas docentes e o funcionamento da instrução pública nos anos finais do século XVIII e primeira metade do século XIX, e analisa quem eram os alunos das aulas de primeiras letras em Pernambuco entre 1828 e 1846. O livro propõe uma compreensão da trajetória histórico-educacional através dos expedientes autóctones locais e cotidianos, praticados pelos setores da população, agentes do governo, professores, alunos e seus familiares.

 

Área Educação
ISBN 9788573154696
Ano 2007
Páginas 398
Dimensão 15,5 x 22 cm
Peso 560 g