capa - sob a luz do projetor imaginárioSob a luz do projetor imaginário

Eduardo Duarte

R$ 25,00

Comprar

Sob a perspectiva dos estudos da antropologia do imaginário, este livro é uma investigação social e cultural da chegada do cinema no Recife nos anos 1920. Além de ser um dos grandes meios de comunicação de massa da modernidade, o cinema modificou valores e causou transformações socais, despertando tensões individuais e coletivas onde se instalava. A cidade do Recife, recém-saída dos tempos coloniais, foi profundamente transformada pelos valores culturais modernos veiculados pela “experiência mágica da sala escura”. Assim, a sétima arte não apenas incitou um questionamento dos costumes tradicionais, como também encantou os recifenses da época com as aventuras das estrelas cinematográficas dos primeiros anos do século XX e incentivou a produção cinematográfica em Pernambuco, com o Ciclo do Recife. Dividido em três partes, o livro apresenta, no primeiro capítulo, a caracterização do contexto urbano e histórico do Recife antes da chegada do cinema; na segunda parte, são abordadas as mudanças culturais na cidade a partir desses tensionamentos entre a tradição e a modernidade do cinema; já no terceiro e último capítulo, o autor revela as teorias, os conceitos e metodologias aplicadas na pesquisa em questão.

 

Área Comunicação; Artes
ISBN 9788573156287
Ano 2009
Páginas 190
Dimensão 15,5 x 22 cm
Peso 275 g